4 de mai de 2012

Pin Ups - A grande atração da Virada Cultural

Descobri a existência do Pin Ups tardiamente considerando o período que eles fizeram parte da cena indie paulistana. Era 1999 ou 2000, na mesma época em que passei a acompanhar as bandas joseenses Jerks, Mary Help, Elegia, e várias outras, todas decisivas para que minha formação musical fosse essencialmente alternativa e independente.

Infelizmente não tive a oportunidade de ver Pin Ups tocando como vi diversas vezes as bandas joseenses citadas, quando me mudei pra São Paulo em 2004 eles encerraram as atividades, mas ainda assim acompanhei as bandas Lava e Hats naquele ano, com ex integrantes da Pin Ups.

Eis que agora surge a brilhante oportunidade de ver Pin Ups ao vivo. A baixista Alexandra Briganti, que adicionei no facebook porque sou cara de pau, anunciou que o Pin Ups tocaria na Virada Cultural. No fim, se eu não fosse cara de pau pra adicioná-la nunca ficaria sabendo, pois geralmente a minha preguiça pra Virada Cultural é maior que sua programação.

Raras coisas nesse universo são capazes de me acordar às 7h da manhã num domingo, e o Pin Ups é uma delas. Dia 06 de maio de 2012, às 8:30 da manhã estarei na Barão de Limeira para vê-los, com o risco de levar meu Lee Marvin do Pin Ups e meus cds do Lava e do Hats pra pedir autografos, afinal, eu sou cara de pau mesmo.

De brinde ainda vou assistir Defalla, que apesar de ter caído nas graças das rádios lá pra 2000 com "Vai Popozuda", conheci quando comprei o vinil de 1987 por 2 reais num sebo.



Nenhum comentário: